fbpx

Não basta ser bom, é preciso ser diferente. Conheça nossos produtos

Resina PC 26 + Endurecedor G 226 Sistema poliuretano multi-uso de cura rápida

Resina PU de cura rápida para reprodução de peças em minutos amplamente utilizado nas indústrias de fundição, automobilística, cerâmica, calçadista e plásticos. Indicada para fabricação de modelos, matrizes, negativos, protótipos, pequenos componentes moldados e ferramentas para vaccum forming.

 

RESINA: PC 26 | ENDURECEDOR: G 226 | CARGAS: HF 32 OU EF 35 P | PROPORÇÃO DE MISTURA: 100 : 100 : 300

Benefícios

  • Redução do tempo de reprodução das peças, desmoldagem em até 1 hora
  • Perfeita reprodução de detalhes
  • Ótima estabilidade dimensional, em função da baixa reação exotérmica
  • Excelente resistência ao impacto
  • Fácil mistura, incorpora facilmente as cargas sem sedimentação
  • Ótima acabamento superficial, sem formação de bolhas
  • Pode ser reparado

Principais Aplicações

  • Modelos de fundição
  • Matrizes
  • Cópia de modelos
  • Negativos
  • Reproduções rápidas
  • Protótipos
  • Pequenas fabricações de componentes moldados
  • Ferramentas e moldes piloto para vaccum forming

Resina PC 26_Endurecedor G 226 formam um sistema poliuretânico bicomponente de baixa viscosidade e inodoro. A carga HF 32 pode ser adicionada na proporção sugerida ou em proporções diferentes, dependendo da aplicação e/ou da espessura requerida, com o objetivo de melhorar ainda mais algumas propriedades tais como resistência à compressão e diminuição de contração.

Resina:

Embalagens de 1,4 e 5 kg

Endurecedor:

Embalagens de 1,4 e 5 kg

Cargas:

Embalagens de 5 e 15 kg

Características do processo:

 Característica Resina PC26 + Endurecedor G226 Resina PC26 + Endurecedor G226 + Carga HF-32 Resina PC26 + Endurecedor G226 + Carga EF35P
Proporção de mistura em massa 100 : 100 g 100 : 100 : 300 g 100 : 100 : 300 g
Pot Life 25ºC (1) (100 mL, 40mm, 25ºC) 3 – 4 min 5 – 7 min 5 – 7 min
Temperatura de processamento 18 – 25 ºC 18 – 25 ºC 18 – 25 ºC
Desmoldagem (15 ml, 6 mm, 25ºC) 1,0 – 1,5 h 1,0 – 1,5 h 1,0 – 1,5 h
Espessura máxima recomendada 5 mm 30 – 70 mm 30     – 70 mm

 

Características do material curado

Característica  Resina PC26 + Endurecedor G226 Resina PC26 + Endurecedor G226 + Carga HF-32 Resina PC26 + Endurecedor G226 + Carga EF35P
Cor Branco Cinza Branco
Usinabilidade Excelente Não usinável Excelente
Densidade à 25ºC (ASTM D 792) 1,08 – 1,10 g/ml 1,50 – 1,55 g/ml 1,60 – 1,65 g/ml
Dureza Shore D (ASTM D 240) 75 – 79 D/15 82 – 86 D/15 82 – 86 D/15
Temp. máx. de operação recomendada 80 – 85 °C 80 – 85 °C 80 – 85 °C
Resistência á compressão (ASTM D 695) 45 – 49 MN/m2 58 – 62 MN/m2 58 – 62 MN/m2

Instruções de Processamento

  1. Devido a resina possuir inibidor de umidade é essencial que seja feita a homogeneização da lata de resina, agitando bastante, antes do uso. Caso não for agitada haverá perda da peça, pois a mistura inchará formando bolhas.
  2. Separe antecipadamente os vasilhames, espátulas e a carga a ser utilizada, deixe o molde preparado com desmoldante Z-15, pronto para a fundição.
  3. Pesar em recipientes separados a Resina PC 26 com Endurecedor G 226 a ser utilizado, bem como a quantidade de carga (HF 32 ou EF 35 P) conforme proporções descritas no boletim tecnico.
  4. No recipiente com resina, já pesada, adicionar metade da carga e misturar até obter uma boa homogeneização. Não use a espátula que foi utilizada para misturar o endurecedor.
  5. No recipiente com endurecedor, já pesado, adicionar a outra metade da carga e misturar até obter uma boa homogeneização. Não use a espátula que foi utilizada para misturar a resina.
  6. Após estar certo de que o volume a ser utilizado está correto, adicionar a mistura do endurecedor a mistura da resina, homogeneizando bem para que não haja aglomeração.
  7. Funda em seguida o composto no molde ou modelo; pois o tempo de utilização é de mais ou menos 5 minutos.

EXEMPLO: se for fundir um modelo ou molde de 5 kg e tiver apenas recipientes para 1 kg de mistura, repita o procedimento acima separadamente para cada 1 kg, deixando todos os 10 recipientes preparados antecipadamente, colocando a mistura um sobre a outra, não ultrapassando o tempo de gel de 10 minutos.

OBS: a resina aceita sobreposição de camadas após seca, para isto lixe a superfície a ser unida para formar ranhuras para uma boa ancoragem.

 

Pós-Cura

O processo de pós-cura visa obter as máximas performances mecânicas que o material pode oferecer. Todos os sistemas curados à temperatura ambiente devem ser pós-curados para aumento de desempenho, principalmente se for trabalhar em altas temperaturas.

Após 24 h de sua cura à temperatura ambiente, o material deve ser aquecido à 60ºC por 15 h, elevando-se a temperatura em 10ºC/hora. Estes parâmetros mudam de acordo com o tamanho da peça (para peças maiores, o tempo de pós-cura deve ser maior). No caso de aplicações em finas camadas, o processo de pós-cura deve ser feito com a peça no gabarito.

Assuntos Relacionados
Perguntas sobre este item
x

Solicitar orçamento para

x

Mais informações do produto